Noticias

05/05/2010

Floriano concede Salva de Prata pelos 55 anos do Teatro Arena

Os 55 anos de existência da Fundação Teatro Arena serão celebrados com uma Sessão Solene no dia 24 de maio, às 19h, na Câmara Municipal de São Paulo, evento que está sendo proposto pelo vereador Floriano Pesaro (PSDB). Na cerimônia, Floriano entregará uma honraria (a Salva de Prata) à instituição e a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo a seus dois fundadores: José Renato e Roger Levy. A classe artística de São Paulo estará presente.

Em seus primórdios, o Teatro Arena já revolucionava: em vez do tradicional palco italiano, os atores representavam numa arena, quase sem cenários, em meio ao público. “A cidade de São Paulo precisa reverenciar a quem muito fez pela cultura paulistana. José Renato e Roger Levy se encaixam perfeitamente nesta categoria, uma vez que levaram o nome de São Paulo aos quatro cantos do país com a idéia revolucionária do Teatro Arena, que aproximava os artistas do público”, ressalta o vereador Floriano Pesaro.

Apesar de a placa da entrada do Teatro Arena registrar como data de inauguração 19 de novembro de 1954 (data em que a Companhia foi apresentada à imprensa), o grupo, encabeçado por José Renato, já existia desde 1953. José Renato foi também o primeiro diretor de teatro em Arena no Brasil. Em 1977, o Teatro foi adquirido pelo Serviço Nacional de Teatro (SNT) e, mais tarde, tornou-se o atual Teatro de Arena Eugênio Kusnet, hoje sob a administração da Fundação Nacional de Arte (Funarte).

O Teatro Arena foi rapidamente se politizando, na tentativa de dar conta do contexto social e político do país, cada vez mais conturbado ao longo dos anos 60. Datam de 1965 e 1967 dois dos espetáculos mais célebres do Arena: Arena Conta Zumbi e Arena Conta Tiradentes. O "Arena Conta" teve alguns desdobramentos, entre os quais o Arena Canta Bahia (1965), que trazia no elenco Maria Bethânia e Tom Zé e na direção musical Caetano Veloso e Gilberto Gil, e correu mundo, viajando aos EUA, ao México, ao Peru e à Argentina.

No fim dos anos 1960, mesmo esgotado, o Arena ainda teve fôlego para criar o Núcleo 2, composto de jovens discípulos de Augusto Boal, do qual participavam atores como Celso Frateschi e Denise Del Vecchio. Boal é preso no começo de 1971, e o Arena não resiste por muito tempo.

Por sua arena passaram nomes consagrados: Eva Wilma, John Herbert, Paulo José, Dina Sfat, Flávio Migliaccio, Milton Gonçalves, Lélia Abramo, Geraldo Matheus, Myrian Muniz, Juca de Oliveira, Renato Consorte, Nelson Xavier, Raul Cortez e até o comediante Ary Toledo, entre tantos outros.

A Cia. Livre da Cooperativa Paulista de Teatro venceu o edital da Funarte que lhe deu o direito de ocupar o Arena ao longo do ano de 2004. Diante da comemoração dos seus 50 anos, a Cia. Livre, sob a direção de Isabel Teixeira, assumiu o dever público de dedicar o ano da nossa ocupação a "contar o Arena", ou seja, a pesquisar, registrar e difundir o notável patrimônio representado pelos saberes e as formas de expressão presentes nesse que foi o primeiro teatro em arena do Brasil. Ainda em 2004, a Cia. Livre venceu o "Programa Petrobrás Cultural", o que viabilizou a realização deste projeto.

José Renato
Formado, em 1950, na primeira turma da Escola de Arte Dramática de São Paulo, José Renato fundou o Teatro Arena em 1952, cuja proposta era realizar um teatro despojado que priorizava o texto, sem qualquer ênfase ao espetacular.

Em dezembro de 2002, assumiu o espaço cedido pela Federação dos Trabalhadores Cristãos do Estado de SP e criou o Teatro dos Arcos, localizado na Bela Vista (SP), onde dirige o grupo “Casa da Comédia”, um núcleo da Cooperativa Paulista de Teatro que tem como proposta dinamizar ao máximo a prática da arte teatral, em busca de um teatro engajado na discussão de problemas atuais, principalmente pela comédia. Desde então vem promovendo cursos de teatro para jovens, adultos, crianças e idosos, palestras, debates e realizando um repertório de peças com o foco voltado para Histórias não Oficiais do País.

Roger Levy
É sócio fundador do Teatro Arena e sócio fundador e conselheiro da Associação Israelita – A Hebraica.

Saiba mais sobre o Teatro Arena.

SERVIÇO
Sessão Solene em comemoração aos 55 anos de existência da Fundação Teatro Arena
DATA: 24 de maio, às 19h
LOCAL: Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100 – centro)