Discursos

25/07/2013

05/10/2011 – 3 anos do Museu do Futebol

O SR. FLORIANO PESARO (PSDB) – (Pela ordem) – Sr. Presidente, muito obrigado. Agradeço aos nobres Colegas. Faço um comunicado da Liderança do PSDB para anunciar a comemoração dos 3 anos do Museu do Futebol da Cidade de São Paulo.
É um momento de grande alegria numa cidade com tantos problemas, com tanta gente torcendo contra a Cidade, como pudemos verificar aqui nas últimas falas. Parece-me que há uma vibração contra a Cidade. Porque não é contra o Prefeito. O PSDB não tem problema em defender o que é bom e deixar claro aquilo que não concorda com o andamento da Cidade, ou fazer críticas pontuais, objetivas ao andamento da Cidade, no enfrentamento dos problemas. Mas não é uma torcida contra. Porque, quando o Governo vai mal, a Cidade inteira paga. Nós todos pagamos. E digo mais: nós todos aqui, Situação e Oposição, somos responsáveis, inclusive pela fiscalização daquilo que vem sendo feito ou não na Cidade.
Mas, no último dia 29 de setembro, Sr. Presidente, o Museu do Futebol comemorou 3 anos de fundação. Pioneiro no mundo todo, o Museu foi mais uma das formas encontradas para manifestar a paixão do povo brasileiro e paulistano por esse esporte. Vinculado à Secretaria de Estado da Cultura, do Secretário Andrea Matarazzo, o espaço combina diversas mídias para contar como o Brasil transformou o futebol.
Lembro que a iniciativa, na época, veio do Prefeito José Serra e depois Governador, com o Prefeito Kassab. Foi uma iniciativa muito importante para inclusive revitalizar o Estádio do Pacaembu, que, até então, sofria de uma degradação de seu prédio e do entorno. A ideia do projeto, criado pelo arquiteto Mauro Munhoz, com a museografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara, é fazer com que o visitante viva o futebol brasileiro por meio de três eixos: a emoção, a história e a diversão. Ideia genial que vem atraindo cada vez mais visitantes, turistas do Brasil e do mundo para viver o futebol.
Instalado na entrada principal do Estádio do Pacaembu na zona Oeste desta Cidade, o museu é um sucesso de público. Recebe diariamente, em média, 1,5 mil pessoas. E nesses três anos, já ultrapassou a marca de um milhão de visitantes.
Além disso, o espaço é referência em acessibilidade em espaços públicos. E acessibilidade de verdade não se resume a adaptações do espaço físico. Foi criado pensando em acessibilidade. Aliás, foi a Deputada Federal Mara Gabrilli, do PSDB, que ajudou na elaboração do projeto para que esse museu já nascesse com total acessibilidade em todos os sentidos.
A mais recente iniciativa nesse sentido é a Exposição “Olhar com outro olhar”, que tivemos a honra de inaugurar recentemente, com o Sr. Secretário Andrea Matarazzo. É uma exposição que aproxima a partir das diferenças. Mostra que cegos, surdos ou cadeirantes têm um mundo próprio de percepções e sensibilidades. Revela a nós – que vemos, ouvimos ou caminhamos com nossas próprias pernas – o quanto vale a pena conhecer o universo daqueles que, apesar – ou sobretudo – por suas deficiências, são capazes de superar obstáculos e construir um mundo de conhecimento e possibilidades.
Somente um esporte que é paixão nacional poderia promover tamanha integração.
Por isso, Sr. Presidente Police Neto, achei de extrema relevância apresentar nesta Casa projeto de lei para incluir no Calendário Oficial da Cidade o Dia Mundial em Memória do Futebol Brasileiro, que foi aprovado hoje na Comissão de Constituição e Justiça, a ser comemorado no dia 24 de novembro, data do nascimento de Charles Miller, paulistano do Brás, que trouxe o esporte para o nosso país.
Enfim, caros colegas, a relevância do futebol em nossa sociedade vai além dos limites do campo. É, sem dúvida, uma das mais significativas e vivas formas de expressão cultural do brasileiro. É integrador, já que une pessoas de diferentes formações e posições sociais.
E temos o privilégio de ter em nossa cidade um espaço em que podemos vivenciar, de mais de uma maneira, os prazeres do futebol em nossas vidas.
Quero aqui deixar um cumprimento especial à Bia, responsável pela coordenação do Museu de Futebol, e a toda a Organização Social de Cultura que administra aquele museu. Parabéns ao Museu do Futebol; parabéns ao ex-Governador José Serra pela iniciativa; parabéns ao Governo Estadual, que mantém esse museu.
Parabéns, Museu do Futebol! (Palmas)