Noticias

24/06/2014

TERRA- Mesmo sem feriado, apenas 1/5 dos vereadores trabalham em SP

Apenas 11 dos 55 vereadores da Câmara Municipal de São Paulo cumpriram expediente em seus gabinetes na manhã desta segunda-feira, data do terceiro dia do jogo do Brasil pela Copa do Mundo. A falta de parlamentares no local ocorreu apesar da própria Câmara barrar a decretação de feriado em São Paulo para os jogos. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o prédio foi fechado às 13h, quando os servidores foram dispensados.

SP: Câmara de Vereadores rejeita feriado em jogos do Brasil

Sem feriado, São Paulo faz operação contra congestionamento

Comerciantes protestam contra feriado da Copa em SP

De acordo com o jornal, entre 10h30 e 13h, 30 gabinetes estavam fechados. Mesmos vereadores que foram contrários ao recesso, como Marco Aurélio Cunha (PSD), não compareceram ao prédio, na região central. Entre os gabinetes que foram abertos, 14 estavam sem os vereadores. Segundo assessores, em sua maioria, os parlamentares disseram que o expediente era cumprido em reuniões fora do prédio.

Entre os vereadores presentes estavam José Américo (PT), Paulo Fiorilo (PT), Coronel Telhada (PSDB) e Floriano Pesaro (PSDB). “É preciso ter coerência. Eu fui contra o feriado e a ordem era para todos virem trabalhar”, disse Telhada. O líder do PT, Paulo Fiorilo, disse que a decisão de abrir ou não o gabinete fica a cargo de cada um. “Eu abri o meu, pois sei das minhas responsabilidades”, disse.