Artigos

14/11/2015

Sobre os atentados em Paris

Horror, verdadeiro horror é o que sentimos diante de ataques tão abomináveis acontecidos na França. A cidade luz chora seus mortos e feridos. O país entrou em estado de emergência e fechou suas fronteiras. Seu povo está atônito. Nunca, desde a Segunda Guerra, isso acontecia. Ainda não há confirmação, mas tudo sugere um ataque do Estado Islâmico.

Foram muitos ataques evitados através das forças de inteligência, mas parece que o mundo está refém destes terroristas. Sentimos na pele a dor das famílias destes mais de 120 mortos e dos incontáveis feridos. Só não podemos nos render às intenções dos assassinos. Não podemos desesperar e parar com nossas vidas.

Este é o desejo deles, O nosso, viver e mostrar que, por mais que doa, não vamos esmorecer. Vamos fazer justiça e buscá-los nos quatro cantos do mundo. Paris voltará a ser a cidade gloriosa que sempre foi, mas, no momento, queremos apenas chorar nossos mortos e feridos. Que a paz volte a banhar as ruas desta nobre cidade e de todo o mundo civilizado, que está tão aflito com a possibilidade de mais uma guerra contra o terror.

Floriano Pesaro