Noticias

26/06/2015

Secretário Floriano Pesaro recebe membros do Ministério de Desenvolvimento Social

Gestores e técnicos da secretaria se reuniram com intuito de aprofundar as estratégias utilizadas pelo MDS na identificação de famílias que vivem na extrema pobreza

19001521109_3124781af7_z

O secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, recebeu nesta sexta-feira (26/6) o secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Paulo Januzzi, e a diretora de Relações Institucionais do Programa Brasil Sem Miséria, Patrícia Costa. O objetivo do encontro foi aumentar a aproximação com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, principalmente nessa nova fase do plano do Programa Brasil Sem Miséria e nas áreas de monitoramento e avaliação.

Para o secretário Floriano, o encontro é realizado em momento em que há um esforço coletivo dos servidores da Secretaria de Estado em padronizar os programas utilizando o Cadastro Único Federal (CadÚnico) como instrumento facilitador na identificação das necessidades das famílias vulneráveis do Estado de São Paulo.

Januzzi e Patrícia enfatizaram a importância do Estado em utilizar os instrumentais criados nos últimos quatro anos nos municípios na Busca Ativa da população de extrema pobreza em São Paulo e construir mais ações que darão maior visibilidade às políticas do Governo de São Paulo.

Questionado sobre o recente lançamento do Índice Paulista de Responsabilidade Social, Paulo Jannuzzi destacou que – baseado nas edições anteriores – a amostragem não identifica a real situação social no Estado de São Paulo. “Por trás dos indicadores municipais, existem famílias que são beneficiárias de outros serviços. É preciso aprofundar os diagnósticos. As propostas não captam tudo o que as secretarias desenvolvem em seus Estados”, declarou.

Os representantes do MDS se colocaram à disposição para encontros futuros, oferta de cursos de capacitação, disponibilização de relatórios de Monitoramento e Avaliação e que os técnicos possam se apropriarem das informações para ações e projetos específicos no combate à pobreza em todo o Estado de São Paulo. Para finalizar, o secretário lembrou que a superação da extrema pobreza não tem partido, mas pessoas engajadas no fortalecimento da Política Social nos Estados.

Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social