Noticias

06/10/2014

REDE ATUAL BRASIL- Em SP, sete vereadores deixarão cargo para assumir vagas na Assembleia e na Câmara

A partir de 1º de janeiro de 2015, sete vereadores paulistanos abandonarão os postos no Palácio Anchieta para assumir vagas conquistadas nas eleições de ontem (5) na Assembleia Legislativa de São Paulo e na Câmara dos Deputados, em Brasília. Com as mudanças, a cidade terá sete novos vereadores para os dois anos restantes da legislatura.

No total, 19 parlamentares da capital haviam se candidatado para deputado estadual (9), deputado federal (8) e governador (2). Cinco tiveram sucesso na campanha para a Assembleia: Coronel Camilo (PSD), Coronel Telhada (PSDB), Marta Costa (PSD), Roberto Tripoli (PV) e José Américo (PT), atual presidente da Casa. Outros dois conseguiram cadeiras no Congresso: Floriano Pesaro (PSDB) e Goulart (PSD).

Os novos vereadores constam da lista de suplentes de cada coligação e assumirão as vagas segundo as votações que receberam no pleito de 2012. Camilo, Telhada, Pesaro, Goulart e Marta Costa foram eleitos pela coalizão entre PSD, PSDB, DEM e PR. Com a abertura de cinco vagas, deverão assumir Adolfo Quintas (PSDB), Anibal (PSDB), Jonas Camisa Nova (DEM), Quito Formiga (PR) e Salomão (PSDB).

José Américo, que disputou as eleições municipais pela coligação PT, PP e PSB, será substituído por Wadih Mutran (PP). Histórico correligionário do ex-prefeito Paulo Maluf, Mutran havia perdido em 2012 a primeira eleição como vereador em 30 anos. Agora, voltará à Câmara paulistana.

O posto de Tripoli será ocupado por Aparecido Sidney de Oliveira, pois o primeiro suplente do PV, Abou Anni, assumiu uma cadeira na Câmara Municipal após a ida do vereador Ricardo Teixeira para o secretariado do prefeito Fernando Haddad.