Noticias

22/05/2014

Portal da Câmara de São Paulo – Dia Municipal de Combate à Homofobia é celebrado na Câmara

RenattodSousa / CMSP FLORIANO-DIVERSIDADE-2252014-Rtto__0935-72-ABRE

Em comemoração ao Dia Municipal de Combate à Homofobia, diversas personalidades que fomentam a cultura de respeito à diversidade sexual foram homenageadas. A Sessão Solene foi realizada na noite desta quinta-feira (22/5), na Câmara Municipal, em uma iniciativa do vereador Floriano Pesaro (PSDB), autor da lei que incluiu a comemoração no dia 17 de maio no calendário municipal.

“É um evento realmente extraordinário, foi o maior e mais representativo encontro pelo combate à homofobia, pela garantia de direitos e pela liberdade de orientação. Eu fico muito feliz que as pessoas tenham aderido realmente à causa da coexistência e do respeito” disse Pesaro.

Entre os homenageados estava o secretário Estadual de Administração Penitenciária, Lourival Gomes, que implantou a Resolução SAP 11 — que assegura os direitos dos travestis e transexuais no âmbito carcerário. “Estamos resgatando os direitos deste público e acima de tudo conscientizando nossos funcionários de que todos são iguais e devem ser respeitados. Essa homenagem não é só minha, é de cada um dessa equipe de 36 mil funcionários do sistema penitenciário de São Paulo”, disse.

Heloisa Gama Alves, coordenadora de políticas para a diversidade sexual, foi homenageada pela implantação do conselho estadual LGBT. Ela lembrou os avanços em termos legais a favor da igualdade. “Tivemos um bom avanço nas questões de diversidade no poder Judiciário, com o reconhecimento da união estável, do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Mas temos muito a caminhar, e este caminhar depende realmente que o Congresso Nacional enxergue a população LGBT como uma população que precisa de leis que a proteja, como por exemplo, a lei que criminaliza a homofobia”.

O cartunista Laerte Coutinho, militante no segmento de transgêneros, disse ver com otimismo a evolução que vem acontecendo na conscientização social. “É uma luta longa e muito delicada, porque estamos lutando contra ideias. Um evento como esse é sinal de uma mobilização que atinge também o poder Legislativo, sem o qual não se constrói nada de permanente em nossa sociedade”, afirmou.

Foram homenageados também o secretário Estadual de Cultura, Marcelo Araujo, o diretor do Museu da Diversidade, Franco Reinaudo, o ator Guilherme Lobo, pela atuação no filme “Hoje eu Quero Voltar Sozinho”, a advogada Hanna Korich, por sua produção do documentário “Cassandra Rios”, a presidente do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual, Janaína Lima, pela eleição da primeira candidata “trans” para a presidência do conselho, o cineasta e jornalista Lufe Steffen, pela produção do documentário Hi-Fi, a diretora Teatral Regina Papini,pela montagem e produção do espetáculo 10ponto948 e a cantora Suellen Luz, autora da música “Afeminados”. (Da Redação)