Projetos de Lei

13/02/2014

PL 22/2014

Projeto de Lei

 

PROJETO DE LEI N° 01-00022/2014 dos Vereadores Floriano Pesaro (PSDB) e Mario Covas Neto (PSDB)

“”Inclui no art. 1º da Lei n° 15.780, de 29 de maio de 2013; que altera a Lei 14.485, de 19 de julho de 2007, com a finalidade de inserir no Calendário Oficial de Eventos da Cidade de São Paulo, o Campeonato Paulista de Kart, a ser realizado anualmente, e . dá outras providências.”

A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA:

Art. 1º Fica acrescido inciso ao art. 7º da Lei n° 14.485, de 19 de julho de 2007, com a seguinte redação:

“Campeonato Paulista de Automobilismo e Campeonato Paulista de Kart a serem realizados anualmente, conforme calendário oficial com o circuito determinado e organizado pela Federação Paulista de Automobilismo em consonância com os órgãos competentes que darão o respaldo necessário para a realização do evento”.

Art. 2° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Às Comissões competentes.”

 

Justificativa

JUSTIFICATIVA
O presente projeto de lei tem por objetivo incluir no Calendário Oficial da Cidade de São Paulo o Campeonato Paulista de Kart a ser realizado anualmente, conforme calendário oficial determinado e organizado pela Federação Paulista de Automobilismo.

O Kartismo, como o Automobilismo é um dos esportes mais tradicionais da cidade de São Paulo. O Kart é a modalidade que a maioria dos pilotos que se destacaram no automobilismo mundial iniciaram no esporte.
As competições de Kart em São Paulo aconteciam nas ruas da cidade, realizadas nas alamedas do Jardim Marajoara, bairro na época em formação.

A inauguração do Kartódromo de Interlagos aconteceu no ano de 1968. Com um espaço de última geração, as competições foram transferidas para o Kartódromo, que é uma referência a nível nacional na formação de pilotos de todos os Estados brasileiros. A primeira corrida de Karl realizada no Kartódromo teve como vencedor o piloto José Renato Andrade Catapani (Tite Catapani).
Em 1970, houve a iniciativa para a realização do Campeonato Paulista de Kart. A partir desse ano, o campeonato foi disputado regularmente no Kartódromo de Interlagos. Com o tempo, inúmeras competições aconteceram em São Paulo e revelaram nomes como, Carol Figueiredo, Tite Catapani, Maneco Combacau, os irmãos Emerson e Wilson Fittipaldi, Walter Travaglini Filho, Paulo Carcasci, Danilo Dirani, Renato Russo, e nosso tri campeão Ayrton Senna, Augusto Ribas, Gastão Fraguas,, Ruben Carrapatoso, Rubens Barrichello, Christian FitipaIdi, Felipe Massa, Dionysio Pastore, Toni Kanaan, Hélio Castro Neves, Mario Sergio de Carvalho, Maurizio Sala, Gil de Ferran, Sérgio Jimenez, entre tantos outros.
O campeonato Paulista de Karl é organizado pela Federação de Automobilismo de São Paulo — FASP, por meio dos seus dirigentes, entre eles Rubens Carpinelli, José Aloísio Bastos, Paulo Scaglione, Elcio São Thiago, Cláudio Wilson Vieira.
Muitos dos integrantes da nova geração de pilotos que iniciaram participando dos Campeonatos Paulistas de Kart, estão na disputa de campeonatos na Europa e nos Estados Unidos.
O ciclo econômico que movimenta o Kart paulista disputado no Kartódromo de Interlagos é grande. Diversas pessoas atuam direta e indiretamente nos – campeonatos de Kart – entre preparadores, como o lendário “Tchê”, Lucio Paschoal, equipes de competição, mão de obra direta empregada no veículos, fornecimento de peças, acessórios, insumos e pessoal de apoio.
A grande circulação no Kartódromo fez com que surgisse no entorno de Interlagos e regiões da cidade, indústrias, como a Mecânica RioMar de Mário de Carvalho e seu irmão Cézar, a fábrica de Kart da família Giaffone dos pilotos Affonso e Zeca, diversas oficinas, lojas de peças e acessório.
Assim, além da importância para o esporte paulistano, o Kartódromo contribuiu para o desenvolvimento social da região de Interlagos.
Dessa forma, justifica-se a importância da inclusão do Campeonato Paulista de Kart no Calendário Oficial da Cidade de São Paulo.
Expostas assim as razões de minha iniciativa, submeto o assunto a essa Casa de Leis e solicito o apoio dos Nobres Vereadores para a sua aprovação.