Leis

23/07/2013

PDL 7/2013

 

Projeto de Lei

 

“Dispõe sobre a concessão de Medalha Anchieta e Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo, ao Excelentíssimo Senhor Ilan Sztulman, e dá outras providências”.

A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA:
Art. 1° Fica concedido ao Excelentíssimo Senhor IIan Sztulman, a Medalha Anchieta de Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo.
Art. 2° A honraria será entregue em Sessão Solene, a ser convocada pelo Presidente da Câmara Municipal de São Paulo, especialmente para esse fim.
Art. 3° As despesas decorrentes da execução deste decreto legislativo, correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.
Art. 4° Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as ‘disposições em contrário.
Sala das Sessões, Às Comissões competentes.”

Imprimir Versão para Impressão

Justificativa

JUSTIFICATIVA

Homenagear Ilan Sztulman justifica-se por envolver personalidade pública que presta relevantes serviços à sociedade e à cidade de São Paulo, ao exercer, com destaque, suas funções de cônsul de Israel junto ao nosso Estado.

Nascido em São Paulo, capital, em 1957, Ilan Sztulman é filho de Sima e Davi Sztulman. Seus pais foram dois educadores que lecionaram em escolas de ponta de nossa cidade, ensinando expoentes de nossa geração e também foram líderes comunitários especializados em movimentos estudantis durante décadas, dando esta formação a Ilan e sua irmã Dana.

Convivendo com uma casa repleta de jovens idealistas que vinham se inspirar com seus pais, Ilan aprendeu desde muito cedo a importância do trabalho social e também do engajamento espiritual, sendo sua casa embasada no conteúdo judaico e na defesa de Israel como lar legítimo do povo judeu.

Aos 18 anos, o jovem Ilan e sua família emigram para Israel, onde ele estuda Relações Internacionais na Universidade Hebraica de Jerusalém e fotografia na academia de Arte Bezalel. Nesta época também, foi parceiro na criação de duas escolas públicas.

Em 1978 se alistou no exército, e serviu até o fim da Guerra do Líbano em 1982 como combatente em uma unidade de infantaria especial. Em 1981 foi condecorado com a mais alta honraria concedida pelo presidente de Israel. Mantém a patente de Major.

Perpetuando o caminho do compromisso com a sociedade, mesmo enquanto trabalhava como fotógrafo profissional em empresas de publicidade, Ilan Sztulman continuou seu trabalho de ativista comunitário em Jerusalém em várias organizações.

Continuou seu dever de servir o exército israelense até 1999 em unidades de combate e depois foi convidado a ser o elemento de ligação entre o Exército e o Ministério de Relações Exteriores.

Ilan Sztulman ingressou na carreira diplomática e foi desde então vice-diretor de Diplomacia Pública no Ministério das Relações Exteriores de Israel e também vice-porta-voz do ministério.

Também, Ilan terminou uma pós-graduação em Ciências Políticas na Universidade de Tel Aviv em 2009.

Homem de família, Ilan é casado com Gioia Perugia, vice-diretora do acervo do Museu de Israel e tem 3 filhos: Dafna, advogada na Procuradoria Geral do Estado; Yael, estudante de Teatro e Daniel que está servindo o exército na unidade de infantaria Hativat 7.

Ocupa o cargo de cônsul-geral do Consulado de Israel em São Paulo desde julho de 2010, reabrindo a representação de Israel na capital paulista, que estava fechada desde 2003.

Homem apaixonado por leitura e com uma visão social perspicaz, desde que chegou à nossa cidade, Ilan tem se esforçado em visitar todas as instituições sociais possíveis e verificar como criar redes e intercâmbios com sistemas já validados em seu país.

Ilan é um diplomata moderno, comprometido com a paz e com a tolerância, Ilan Sztulman é o modelo de diplomacia que almejamos, com consciência social, um passo na modernidade, mas sem esquecer suas raízes e suas lealdades.

Por sua extremada dedicação à sociedade e à cidade de São Paulo, em justa homenagem, pretende o proponente o apoio dos nobres vereadores.

Imprimir Versão para Impressão