Discursos

01/10/2013

Minha Casa, Minha Vida só para militantes do PT

O SR. FLORIANO PESARO – Sr. Presidente, caros Colegas, muito obrigado, Vereador Marco Aurélio Cunha que, gentilmente, cedeu o espaço para que nós possamos colocar o dedo na ferida do que o PT vem fazendo na cidade de São Paulo. O nobre Vereador Natalini já fez um belo discurso sobre o aumento do IPTU na cidade de São Paulo, uma covardia do Prefeito “Maldade” contra o povo paulistano. A partir de hoje, chamaremos dessa forma S.Exa., porque maldade é o que ele vem fazendo com a Cidade. Mais do que maldade, e digo por quê. No último domingo, dia 29 de setembro, foi publicada matéria no jornal O Estado de S.Paulo assinada pelos jornalistas Adriana Ferraz e Diego Zanchetta, dois brilhantes jornalistas que, ao contrário de grande parte da mídia, ainda não foram cooptados pelo Governo Federal à custa de muito dinheiro público.

A matéria intitula-se Militância vira critério para receber moradia do Minha Casa Minha Vida, a qual, dentre outras coisas, diz o seguinte: “Líderes comunitários filiados ao PT usam critérios políticos para gerir a maior parte dos R$ 238,2 milhões repassados pelo programa Minha Casa Minha Vida Entidades para a construção de casas populares na capital. Onze das 12 entidades que tiveram projetos aprovados pelo Ministério das Cidades são dirigidas por filiados ao partido. Suas associações privilegiam quem participa de atos e manifestações de sem-teto ao distribuir moradias, em vez de priorizar a renda na escolha. Entre gestores dos recursos, há funcionários da gestão de Fernando Haddad (PT), candidatos a cargos públicos pela sigla e até uma militante morta há dois anos”.

Não contente em aparelhar o Estado e nomear 1,2 mil cargos de confiança para atender os companheiros e as companheiras, os camaradas, o Sr. Prefeito, junto com o PT, ainda aparelha a distribuição de casas populares na cidade de São Paulo. De nada vale quem está na fila, o que vale é o critério partidário, é ter a carteirinha do Partido.

O Sr. Alfredinho (PT) – Concede aparte, nobre Vereador

O SR. FLORIANO PESARO (PSDB) – No momento oportuno, nobre Vereador Alfredinho. O assunto é tão grave, nobre Líder do PT, que preciso prosseguir em minha fala. Ele requer investigação pelo Ministério Público, pelo Tribunal de Contas e órgãos do gênero, tamanha a gravidade do desvio de recursos.

A matéria é extensa, mas será publicada em meu site, www.floriano45.com.br (http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,militancia-vira-criterio-para-receber-moradia-do-minha-casa-minha-vida,1079892,0.htm), em meu perfil do Facebook, Floriano Pesaro, ou divulgada pelo meu Twitter, twitter.com/Floriano45.

Vejamos se os Vereadores Alfredinho ou Paulo Fiorilo, que são históricos no partido, conhecem, por exemplo, a Sra. Vera Eunice Rodrigues, que, segundo a matéria, “ganhou cargo comissionado na Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab) após receber 20.190 votos nas últimas eleições para vereador pelo partido”. S.Exas. devem conhecê-la porque, com seus 20 mil votos, ela praticamente ameaçou parte da Bancada do PT na Casa. Ela deve ser popular.

O Sr. Paulo Fiorilo (PT) – Concede parte, nobre Vereador, já que fui citado?

O SR. FLORIANO PESARO (PSDB) – Não, nobre Vereador, citei-o gentilmente, com carinho, assim como gentilmente V.Exa. deve conhecer a Sra. Vera Eunice Rodrigues. Essa senhora, que obteve 20 mil votos, ganhou do Prefeito “Maldade” o direito de definir quem vai morar em casas do programa habitacional e quem não vai. Mais do que isso, ela ganhou dinheiro. Estou dizendo que houve roubo, corrupção? Não sei, mas ela recebeu muito dinheiro, grande parte dos 238 milhões de reais que a Caixa Econômica Federal repassou a essas entidades do PT. Trata-se de dinheiro diretamente na veia do PT, sem intermediário. Pegamos os companheiros, já lhes demos cargos, o que mais temos de dar? Dinheiro.

O pior de tudo é que isso constrange a população. Quando o Presidente da Comissão de Política Urbana desta Casa realiza audiências públicas que lotam de pessoas para discutir determinado assunto e perguntamos a essas pessoas de onde eles vêm, nos respondem: “Somos do movimento de moradia do PT e somos obrigados a vir aqui registrar presença para ganharmos pontos no programa habitacional Minha Casa Minha Vida”. O que é isso?

Acima de tudo, tal prática constrange o povo que não está nas fileiras do PT. A Vereadora Sandra Tadeu sabe por quê: porque os companheiros chegam nos bairros – Caixa D’Água, Cidade Tiradentes, Jardim Helena, Vila Jacuí, Jambeiro, Lageado – e dizem o seguinte: “Meu amigo, venha aqui com a gente para o PT, porque o PT está distribuindo casa. Vamos lá, galera”. Isso é verdade. É o que mais assusta, porque, discutindo esse assunto com alguns colegas, percebi que o jogo é esse mesmo. Só fica preocupado com essa matéria a classe média, os formadores de opinião. Falam: “Mas o PT também agora está desviando dinheiro de moradia popular, indicando quem vai morar nas casas?”. Mas para o povão, não há problema algum. Basta se filiar ao PT ou ser simpatizante, e aí ganha uma casa. Está tudo dominado. É impressionante. Não é só a instalação de um Estado bolivariano, um pouco stalinista, mas é essa coisa da dominação total dos meios de comunicação, como vemos as matérias. Não precisa ser muito inteligente para ver os jornais e as televisões que foram cooptados pelo Governo Federal. Cooptaram as entidades de classe. Estão constrangendo agora os Conselhos de Medicina.

Já poderia dizer que o PT tem hoje a maior bancada no Supremo Tribunal Federal. Tem a base de apoio ao Governo, que já é o maior no Congresso. O PT tem também a maior bancada no Supremo Tribunal Federal. Se a Sra. Presidente Dilma Rousseff ficar mais um mandato – espero que o povo acorde e veja a quantidade de mentiras que são ditas por aí e nada acontece, com um recorde absoluto de obras paradas – se o povo votar, mais uma vez, na Sra. Dilma Rousseff, aí o PT terá 100% do Supremo Tribunal Federal. Parabéns. Realmente dominaram tudo. Não faltou mais nada.

Ah, não, vai faltar sim, vai faltar o Governo do Estado de São Paulo. Aí está o Ministro Padilha, que obviamente não trabalha, porque se está fazendo campanha do jeito que está em São Paulo, não está trabalhando. É por isso que, Sr. Presidente, na última pesquisa do IBOPE, a área mais mal avaliada do Governo Federal é a saúde. Por quê? Porque o Sr. Ministro não trabalha, está em campanha para ganhar a eleição contra o PSDB, contra o Sr. Geraldo Alckmin. Não vai ganhar.

O Sr. Alfredinho (PT) – Nobre Vereador, V.Exa. concede aparte?

O SR. FLORIANO PESARO (PSDB) – Nobre Vereador, Líder do PT, o meu tempo está se esgotando e quem vai usar a palavra em seguida é o nobre Vereador Marco Aurélio Cunha. Não vai faltar oportunidade de ouvir V.Exa., mas gostaria que V.Exa. trouxesse para nós esclarecimentos, para que passássemos à população, dizendo quem é a Sra. Vera Eunice Rodrigues, o Sr. José de Abraão e o Luiz Gongaza, o Gegê. Diga para nós, nobre Vereador Alfredinho, que é o Gegê ? V.Exa., com trinta anos de PT, deve conhecer o Gegê.

Muito obrigado.