Artigos

22/10/2015

Artigo. Duas Intifadas: a Real e a da Mídia

We Stand with Israel

DUAS INTIFADAS: A REAL E A DA MÍDIA

Tenho acompanhado com um profundo desgosto os recentes acontecimentos em Israel.

O país sofre com inúmeros ataques pessoais de terroristas com facas,
com carros e com armas tentando tirar vidas de cidadãos inocentes.

Em qualquer lugar de lá, de repente aparece um tresloucado para matar
pessoas que transitam pelas ruas.

É quase uma terceira intifada.

O discurso destes assassinos é um mar de ódio. Eles não estão apenas
reivindicando direitos para os palestinos. São pessoas que,
alimentados por vídeos na rede social, alimentados por incitamento do
Hammas e da Autoridade Palestina, querem exterminar o povo judeu.

Entretanto, o que me deixa abismado e revoltado é a intifada da mídia.
Todos os noticiários, nacionais e internacionais abordam os
acontecimentos em Israel com uma tendenciosidade abjeta.

As manchetes colocam esses assassinos palestinos como vítimas e não
como agressores. Desde a BBC, passando pela CNN, pela imprensa
francesa, espanhola e, certamente, pela imprensa brasileira, TODOS
destorcem os fatos e culpam a vítima, neste caso Israel, ao invés de
apurar e narrar a real situação.

Com tantas tragédias acontecendo pelo mundo, parece que Israel é o
grande agressor, em todas as instâncias.

Esta intifada de mídia tem um caráter antissemita incrustado que
envenena os demais povos contra nós, judeus.

Devemos empreender todos os esforços possíveis para divulgar a
sequência real dos acontecimentos e o ataque ao qual Israel tem sido
vítima.

Quero e torço muito pela paz e pelo estabelecimento de dois países
para dois povos, mas é muito difícil achar uma linha de diálogo com
aqueles extremistas que só pensam em nosso extermínio.

Floriano Pesaro
Secretário Estadual do Desenvolvimento Social
Deputado Federal