Noticias

27/02/2014

Morre Ernesto Paulelli, o ‘Arnesto’ do samba de Adoniran Barbosa

É com grande emoção que falo de um dos homens símbolos do samba brasileiro. Trata-se de Ernesto Paulelli, figura que inspirou a música “Samba do Arnesto”, de Adoniran Barbosa(1910-1982).

O músico Paulelli morreu na tarde de ontem (26/02), aos 99 anos, de causas naturais. Tive a oportunidade de conhecê-lo e entrevistá-lo para o programa Sala de Visitas, da TV Câmara São Paulo. A entrevista foi feita em 2010, em homenagem ao centenário de Adoniran Barbosa.

Durante a entrevista, Ernesto fala com carinho do amigo, quefoi um dos maiores ícones do samba paulista, e que em sua voz e versos o deixounacionalmente conhecido.
A parceria entre os dois surgiu em 1938, quando Ernesto acompanhava a cantora Nhá Zefa na Rádio Record. Assim que entregou o seu cartão a Adoniran Barbosa, o sambista leu seu nome errado de propósito e disse: "É Arnesto, o seu nome dá samba. Vou fazer um samba para você". E fez.

“O Arnesto nus convidô,
pru samba, ele mora no Bráz
nóiz fumo e num incontremos ninguém
nóiz vortemos cuma baita de uma réiva,
da outra vez nóiz num vai mais”, trecho da música Samba do Arnesto.

Assista a entrevista clicando aqui