Noticias

06/04/2010

Especialistas debatem na Câmara Municipal desafios da Educação Inclusiva

Pela primeira vez, a cidade de São Paulo celebra o Dia Municipal em Defesa da Educação Inclusiva, cuja data (14 de abril) foi instituída pela Lei 15.034, de iniciativa do vereador Floriano Pesaro. Para comemorar a data, os vereadores Floriano Pesaro e Mara Gabrilli promovem na Câmara Municipal Sessão Solene, reunindo especialistas para debater as diversas possibilidades para uma educação inclusiva. O seminário será no dia 14 de abril, das 8h30 às 12h30, no plenário da Câmara Municipal, com a presença de Alexandre Schneider (secretário municipal de Educação); Linamara Rizzo Battistella (secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência); e Marcos Belizário (secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida).

“Comemorar esta data significa incluir este tema na agenda política da cidade, em consonância com as ações do Sistema Conselho de Psicologia”, ressalta o vereador Floriano Pesaro.

“Desejamos que, em um futuro próximo, eventos como esse não sejam mais necessários, já que o planejamento pedagógico de cada escola atenderá às necessidades e possibilidades de cada aluno e assim, teremos uma educação mais condizente com as necessidades do nosso tempo”, completa a vereadora Mara Gabrilli.

O evento contará com exposição de obras de arte do Instituto Olga Kos.

PROGRAMAÇÃO
8h – Café
9h – Abertura: Floriano Pesaro
Mesa de Autoridades:
- Alexandre Schneider (secretário municipal de Educação);
- Linamara Rizzo Battistella (secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência);
- Marcos Belizário (secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida

10h15 – Mesa 1: Desafios da Educação Inclusiva
Palestrantes:
- Dr. Lino de Macedo
- Dra. Maria Cristina Kupfer
Mediadora: Eliana Almeida

Testemunhos: Neivaldo Zovico e Rodrigo Mendes

11h15: Mesa 2: Experiências Escolares
Palestrantes:
- Escolas Alecrim e Bandeirantes
- Silvana Drago, representante da Secretaria Municipal de Educação;
- Maria Elizabete da Costa, diretora do CAPE/ Serviço de Educação Especial da Secretaria Estadual de Educação;
- Claudinei Radica, da EMTU.
Mediador: Guilherme Bara

12h30: Encerramento Mara Gabrilli

PERFIL DOS PALESTRANTES

Maria Cristina Kupfer
Tema: Por que incluir crianças com problemas psíquicos graves?

É psicanalista, professora titular do Instituto de Psicologia da USP e presidente do Conselho de Administração da Associação Lugar de Vida – Centro de Educação Terapêutica.

Eliana Maria de Oliveira Pereira e Almeida (mediadora)
Bióloga, idealizadora do COE (Centro de Orientação e Encaminhamento para Pessoas com Deficiência, Familiares e Profissionais). Foi diretora da ADID (Associação para o Desenvolvimento Integral do Down) e da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down. Tem um filho com Síndrome de Down e luta pela inclusão social das Pessoas com Deficiência.

Patrícia Goloni Lolo
Tema: Desafios e avanços do Colégio Bandeirantes na área da inclusão

Formada pela PUC-São Paulo, é professora de inglês do Colégio Bandeirantes há 21 anos. Morou 2 anos fora do Brasil, trabalhando para Foothill College nos EUA, como Coordenadora de Atividades para Alunos Internacionais e fazendo especialização na Universidade da Califórnia (Teaching English as Second/Foreign Language Certificate Program). Atualmente, dá aulas para alunos dos 1º e 3º anos do Ensino Médio e para alunos da 7ª série do Projeto Alicerce, um programa em parceria entre o Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos (ISMART) e o Colégio Bandeirantes. Esse programa tem como objetivo o desenvolvimento integral de talentos de baixa renda, identificando-os em suas comunidades de origem e provendo-lhes educação formal de qualidade em escolas particulares de elevado padrão. Mãe de Gabriel, de quase 9 anos e que tem uma deficiência física.

Guilherme Bara
Formado em administração de empresas, é coordenador de marketing em uma empresa multinacional. Foi assistente especial do governador, responsável pela implementação do Centro de Orientação e Encaminhamento para Pessoas com Deficiência e Família. Participou da Secretaria da Pessoa com Deficiência da cidade de São Paulo, como Chefe de Gabinete. Foi membro da Diretoria do Comitê de Responsabilidade Social (Cores) da FIESP. Foi também consultor do Instituto Paradigma, do Integrare e do Idort. Na Secretaria de Estado da Cultura, criou e coordenou os projetos Talentos Especiais e Barracão.

Maria Elizabete da Costa
Diretora do Serviço de Educação Especial / CAPE desde 2007. Formada em Letras pela Universidade de Guarulhos e Pedagogia pelas Faculdades Integradas de Guarulhos. Especialização em Língua Portuguesa pela PUC-SP e Gestão Educacional pela UNICAMP. Mestranda em Educação pela PUC-SP. Atua na rede estadual desde 1989 como Professora de Português, Diretora de Escola e Supervisora de Ensino (cargo atual).

Claudinei Donizete Radica
Responsável pelo Departamento de Inclusão Social da EMTU (Empresa Metropolitana de transportes Urbanos de São Paulo). O setor emite o beneficio de isenção tarifária da pessoa com deficiência, em regiões metropolitanas do Estado de São Paulo (São Paulo, Santos e Campinas). Ele é formado em Administração de Empresas pela Universidade Cruzeiro do Sul e fez MBA executivo na Mercatus Escola de Negócios.

Silvana Lucena dos Santos Drago

Assessor Técnico responsável pela Diretoria de Orientação Técnica (DOT), da Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (desde 2005).

Pedagoga com Especialização em Distúrbios da Áudio-Comunicação, Administração e Supervisão Escolar na PUC-SP. Supervisora Escolar da Diretoria de Educação de Santo Amaro (desde 1998); professora de Alunos Surdos da Rede Municipal de Ensino – EMEE Anne Sullivan; docente na área de educação básica há 32 anos (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, educação de jovens e adultos); coordenadora pedagógica da Pesquisa “Letramento de Alunos Surdos e o uso das Tecnologias da Comunicação” e Pesquisa sobre o uso da Narrativa por Alunos Surdos e Formação de Professores no Programa Qualidade da Educação Publica da FAPESP (1996 a 2000); diretora da Diretoria Técnica Pedagógica da Diretoria de Educação de Campo Limpo (2002 a 2004).

Professor Lino de Macedo

É graduado em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São José do Rio Preto (1966), tem mestrado em Psicologia Social e Experimental pela Universidade de São Paulo (1970) e doutorado em Ciências Psicologia pela Universidade de São Paulo (1973). Atualmente é Professor Titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase na Teoria de Piaget, atuando principalmente nos seguintes temas: construtivismo, educação, jogos, avaliação e psicologia.