Noticias

19/02/2010

Limpeza de bueiros pode ser acompanhada online no portal da Prefeitura

Calota de carro, pedaço de madeira, saco plástico, pedra, restos de tecido, sapato e um pouco de tudo o que é jogado nas ruas vai parar nas bocas de lobo e bueiros, levado pela chuva. É serviço para as equipes de limpeza das 31 Subprefeituras, que agora pode ser acompanhado pela internet em um novo site no portal da Prefeitura. Basta clicar no banner Zelando pela Cidade e conferir a programação da limpeza de bueiros.

É mais um passo na política de ampliação da transparência na administração municipal, determinada pelo prefeito Gilberto Kassab e iniciada com a publicação no Portal de todos os contratos e pagamentos efetuados pela Prefeitura. O novo site permite ao cidadão conferir as datas, os locais, os prazos e a efetiva realização dos serviços de limpeza de bueiros, executados por empresas terceirizadas.

Por decreto do prefeito, as empresas responsáveis pela limpeza dos bueiros têm, agora, prazo de cinco dias corridos, a contar do recebimento da ordem de serviço, para a execução do trabalho. O não cumprimento dos prazos pode ser informado diretamente à Ouvidoria do Município pelo telefone 0800-175717 ou mesmo pelo portal, para que a empresa prestadora do serviço seja cobrada e, se for o caso, punida conforme previsto em contrato.

O novo site ainda está em fase de teste e poderá sofrer alterações para melhorar o acesso à informação. Para conferir em quais ruas será executada a limpeza dos bueiros, basta selecionar a Subprefeitura do local a ser pesquisado. Aparecerá a lista com todas as ordens de serviço emitidas, os endereços e o prazo limite para a execução da limpeza.

Esta quinta-feira (18/2), por exemplo, era o prazo limite para a execução de limpeza de bueiros da rua Conselheiro João Alfredo, altura dos números 417 a 421, no Cambuci. A Ordem de Serviço nº 9894/10 foi emitida pela Subprefeitura da Sé e recebida pela empresa em 13/2. O trabalho foi feito num trecho maior, desde o número 173, num total de 14 bueiros até o final da rua, na esquina com a avenida do Estado.

A operação, executada por equipes com quatro pessoas, pode levarmenos de meia hora, no caso de bueiros, até 5 horas em uma galeria, se estiver obstruída. Segundo os técnicos, um bueiro entupido com reservatório de mais de um metro de profundidade pode abrigar até meio metro cúbico de detritos, o equivalente a cerca de 500 litros. São Paulo tem 400 mil bocas de lobo, 57 mil poços de visita (bueiros redondos com tampas de ferro, geralmente no meio da rua, por onde a água vaza para as galerias e ramais) sob responsabilidade da Prefeitura, 2.850 quilômetros de galerias e ramais.

Neste ano, no mês de janeiro, foram executadas 96.866 limpezas de bocas de lobo. Em fevereiro, no mutirão conjunto entre a Prefeitura e a Sabesp realizado no período de 28 de janeiro a 8 de fevereiro foram feitos serviços em 4.350 bocas de lobo e em 10.249 metros de galerias e ramais.

Em toda a cidade, o trabalho é feito por 33 equipes de limpeza mecanizada e outras 63 equipes que fazem o trabalho manualmente. A meta é chegar a 100 equipes para cada tipo de operação.

O site deve ser atualizado diariamente pelas Subprefeituras com informações sobre a situação do trabalho em cada rua. Nesta fase de testes, os técnicos das Subprefeituras ainda estão se adaptando à nova ferramenta, o que pode gerar atraso na alimentação das informações sobre os serviços executados. No site também será possível encontrar uma lista das empresas responsáveis pelo trabalho em cada Subprefeitura, com os respectivos telefones.

FONTE: Secretaria de Comunicação