Noticias

02/02/2010

Comissão põe bloco na rua contra a exploração sexual de crianças

A Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual (CMESCA) colocará o bloco na rua neste Carnaval para alertar sobre a questão da violência, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, principalmente nestes dias de folia.

O primeiro evento é o “Bloco na rua pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes”, na região da Sé, no dia 10 de fevereiro, das 11h às 14h. Partindo da Praça do Patriarca, o bloco fará um percurso pelas principais ruas do centro, acompanhado de 15 ritmistas da Escola de Samba Vai-Vai e de artistas da Escola de Circo do ator e circense Marcos Frota. O evento se encerra na Praça Antônio Prado, com a apresentação musical do renomado maestro João Carlos Martins (Fundação Bachiana Filarmônica e Sinfônica de Heliópolis), juntamente com o músico Bocão da Cuíca.

O vereador Floriano Pesaro, que em 2009 foi vice-presidente da Comissão em Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude e membro da CPI da Pedofilia na Câmara Municipal, participará do cortejo. “Uma das principais formas de combater a violência, o abuso e a exploração sexual de crianças é a informação e a denúncia. É preciso alertar as pessoas sobre como prevenir, como diagnosticar e onde denunciar estes casos”, afirmou. Denúncias podem ser feitas pelo Disque 100 e Disque 181.

O outro evento neste Carnaval é uma atuação da Comissão no sambódromo, durante os desfiles das escolas de samba, com a distribuição de materialde campanha e a divulgação de canais de denúncia.

Cada vez mais veiculado pela mídia, a exploração sexual comercial é um grave problema social que tem acometido crianças e adolescentes em muitos municípios brasileiros, principalmente nas épocas de grandes eventos turísticos, entre eles, reconhecidamente, o Carnaval.

Em São Paulo, órgãos do poder público municipal e da sociedade civil têm atuado no enfrentamento ao problema através de várias frentes, como: o atendimento especializado de crianças e adolescentes e suas famílias;o acionamento dos órgãos de defesa e responsabilização;a formação e capacitação das redesde serviços públicos;a organização de ações de conscientização e mobilização ea divulgação de canais de denúncia.

Em 2009, a Secretaria da Assistência Social publicou o Plano Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o qual foi elaborado em parceira pelos membros da Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (CMESCA).

A CMESCA, que é constituída por representantes do poder público municipal e da sociedade civil, tem atuadocomo pólo articulador das ações de enfrentamento eorganizado, nos últimos anos, campanhas de conscientização e mobilização social para o enfrentamento da problemática em questão.

Tais iniciativas em benefício do melhor interesse de crianças e adolescentes do nosso município fazem ressaltar a relevância da união de todos para sua realização.

SERVIÇO
O QUE: “Bloco na rua pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes”
DATA: 10/02, das 11h às 14h.
LOCAL: região da Sé
PERCURSO DO BLOCO NA RUA:
O grupo parte da Praça do Patriarca, em direção à rua São Bento; Largo São Francisco; rua José Bonifácio; rua Quintino Bocaiúva; rua Direita; Praça do Patriarca; rua da Quitanda; rua Álvares Penteado; Largo do Café; rua São Bento, culminando no Coreto da Praça Antônio Prado.