Noticias

07/12/2009

Estadão exalta, em editorial, campanha de Floriano contra esmolas e trabalho infantil

Veja o que o jornal O Estado de São Paulo escreveu sobre a campanha “Dê mais que esmola. Dê futuro”, que Floriano Pesaro desenvolveu à frente da Assistência Social do município durante a gestão Serra-Kassab (2005-2008). O reconhecimento da importância da campanha e das ações de combate ao trabalho infantil foi estampado em editorial do jornal.

“Já houve campanhas de esclarecimento, tendo em vista fazer com que a generosidade das pessoas não se transforme em grande malefício para as crianças que esmolam. Em 2006, a Secretaria de Assistência Social lançou a campanha "Dê mais que esmola. Dê futuro" destinada a convencer as pessoas generosas a fazer doações a entidades em que confiam, em vez de dar esmolas às crianças – Ao mesmo tempo que tentava convencer as famílias a trocar as esmolas pela inscrição em programas de transferência de renda. É preciso que essas campanhas se intensifiquem, especialmente neste período natalino. Mas, principalmente, é preciso que os paulistanos se deem conta de que por trás de cada criança que pede esmolas ou vende produtos na rua há um criminoso explorador. É claro que o trabalho social desenvolvido pelo poder público e pelas ONGs em favor dessas crianças e suas famílias é de fundamental importância. Mas não menos importante será o enquadramento, na legislação criminal, daqueles que não têm o menor escrúpulo em explorar o trabalho das crianças.”

Leia o editorial “Maléfica generosidade” na íntegra.