Noticias

27/01/2012

Memória do futebol brasileiro vira lei na cidade


O crescimento da cidade de São Paulo está intimamente ligado às atividades sociais e culturais que contribuíram para a formação de sua população. Neste sentido, o futebol assume de forma clara um papel muito relevante justamente por estar junto ao dia a dia de cada um de nós, brasileiros, que vivem nesta maravilhosa cidade.
Resgatar a memória deste esporte é uma importante maneira de contribuir não somente com a sua perpetuação, como também com o reconhecimento das principais características das várias culturas, oriundas de todas as partes do mundo, e que fazem parte do nosso cotidiano.
Ainda em 2010, a partir de iniciativa de John Mills, José Renato Santiago e Marcelo Unti, amigos responsáveis pelo “Memória Futebol”, grupo formado por admiradores e profissionais que acreditam no efetivo resgate e disseminação da memória como forma de garantir a perpetuação e crescimento do futebol, o vereador Floriano Pesaro passou a investir esforços em prol desta importante causa. A atuação destas pessoas não foi em vão e rendeu um importante fruto.
Em 12 de janeiro de 2012, foi promulgada a Lei 15.522, que institui o Dia em Memória ao Futebol Brasileiro a ser comemorado no dia 24 de novembro – data de aniversário de Charles Miller – um paulistano do Brás que, ao trazer algumas bolas e um livro de regras, introduziu o futebol no Brasil.
Como berço do futebol brasileiro, nada mais justo que São Paulo comemorar os marcos históricos do esporte mais popular do mundo, são eles:
- Antiga Várzea do Carmo, área entre as ruas do Gasômetro e Santa Rosa, local do primeiro jogo sob regras;
- Rua Três Rios, área do Colégio Santa Inês, local do primeiro campo exclusivo para a prática do futebol;
- Rua Visconde de Ouro Preto, onde se localiza o Clube Atlético São Paulo – SPAC, o primeiro clube de São Paulo, cuja equipe foi a primeira campeã de uma competição oficial no Brasil;
- Área em torno da Praça Roosevelt, local do primeiro estádio de futebol, o antigo Velódromo, entre as ruas Nestor Pestana e Consolação;
- Museu do Futebol, localizado na Praça Charles Miller, é o primeiro museu público exclusivo em prol da memória do futebol brasileiro. Em suas exposições, os visitantes percebem como a trajetória desse esporte é indissociável da nossa história como nação. Uma história que elevou o futebol a uma das mais reconhecidas manifestações culturais do país.

“A construção de nosso futuro só é possível a partir do resgate das experiências vividas no passado. Diante disso, temos trabalhado arduamente ao longo dos anos com ações importantes em prol da perpetuação da memória do futebol no Brasil, que teve como berço a capital paulistana”, afirma Floriano Pesaro.

Este é apenas o primeiro e humilde passo de muitos outros farão com que o futebol e seus grandes personagens recebam seu justo e devido reconhecimento.
Parabéns à Memória.
Parabéns ao Futebol.
Parabéns São Paulo.