Noticias

27/05/2011

Lutas e conquistas sociais será tema da 5ª Caminhada da Câmara

Neste domingo (29/05), a Câmara Municipal de São Paulo vai realizar a quinta caminhada pelo centro da cidade. A partir das 9 horas, os participantes vão conhecer locais que tiveram destaque em lutas e conquistas sociais, como movimentos de sem teto, que conseguiram moradias em prédios na região central; as lutas pela democracia, que também ocorreram em diversos locais do centro e lutas sindicais, com destaque para personalidades como Celso Garcia, o defensor dos operários.

O ponto de encontro para o início da caminhada é a Câmara Municipal de São Paulo. As duas primeiras paradas serão em prédios ocupados pelo Movimento dos Sem Teto da Região Central e pelo Movimento Moradia do Centro: o prédio do antigo Sindicato dos Comerciários (esquina da Rua Riachuelo com a Av. 23 de Maio) que foi reformado pela Cohab e transformado em habitação de interesse social; e o antigo Hotel São Paulo, na rua do Ouvidor.

O Largo São Francisco, palco de reivindicações sociais em vários momentos da história paulistana, desde a abolição da escravatura até as lutas pela redemocratização será o terceiro ponto do roteiro. Em seguida o grupo segue para a Praça da Sé, outro local de muitas comemorações e manifestações, como às Diretas Já. O destaque será o edifício Santa Helena, que abrigou sedes de sindicatos como o dos Metalúrgicos (1934), o de Artistas Plásticos (1937), o dos Empregados do Comércio e uma célula do Partido Comunista Brasileiro.

Da praça da Sé o grupo segue para a rua Venceslau Braz, para conhecer a história do Palacete do Carmo, que em 1973, abrigava a Rádio 9 de Julho, de propriedade da Cúria Metropolitana, e que foi fechada pelos militares por não ter silenciado diante da censura.

A Rua Roberto Simonsen também está no roteiro da Caminhada da Câmara. É lá que está instalada desde 1891 a Associação Auxiliadora das Classes Laboriosas, criada por carpinteiros e pedreiros para garantir assistência médica para suas famílias. Na sede da entidade está o Salão Celso Garcia, que foi palco de inúmeras atividades operárias e sindicais desde o início do século passado até a década de 1960. O luxuoso e preservado salão recebeu o nome do grande benfeitor das Classes Laboriosas, Afonso Celso Garcia.

A última parada do roteiro será na Rua do Carmo, onde está o prédio do antigo Sindicato dos Metalúrgicos, hoje ocupado pelo Sindicato dos Aposentados.

A Caminhada da Câmara é um evento gratuito e não necessita de inscrição prévia.