Noticias

17/05/2012

Hoje é Dia de Combate à Homofobia


A data reforça a vocação vanguardista de São Paulo, uma cidade multicolorida, plural e diversa
Uma megalópole como São Paulo, que recebe e abraça pessoas de vários Estados, países, estilos, cores e tendências ideológicas, não comporta –e nem poderia—atitudes intolerantes. Entretanto, na prática, não são raros os casos de agressões físicas e psicológicas dirigidas aos casais homoafetivos e transgêneros, Preconceito, discriminação e intolerância não combinam com a maior cidade do Brasil. E devem ser combatidos com veemência.
No dia 25 de abril, a Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa aprovou o projeto 128/2012, elaborado por Floriano Pesaro, que inclui no calendário oficial da cidade o Dia Municipal de Combate a Homofobia. A data simbólica, que será comemorada todo 17 de maio, deve reafirmar a luta contra a discriminação e a intolerância. E, sobretudo, serve para lembrar que São Paulo é uma cidade multicolorida, plural e diversa. Uma megalópole de vanguarda, que não aceita atitudes intolerantes e tacanhas.
Outro projeto de Floriano é o PL 497/2009, que visa coibir práticas discriminatórias em estabelecimentos comerciais, industriais, de serviços e similares na capital. O líder do PSDB na Câmara luta para que o PL vire lei, o que vai evitar situações constrangedoras envolvendo casais homoafetivos em locais públicos. Ou seja: garantir o direito de ir e vir a todos as pessoas que circulam pela cidade.
É preciso, ainda, conscientizar a população para combater a discriminação e preconceito contra a orientação sexual. Floriano Pesaro tem colocado o mandato a favor das minorias sociais. Mas sabe que ações afirmativas só surtirão o efeito desejado se estiverem amparadas num amplo trabalho de educação, conscientização e esclarecimento.
É dia de festejar a diversidade, lutar contra o preconceito e, claro, refletir! Vamos celebrar a vocação vanguardista da capital paulista!